quinta-feira, 6 de julho de 2017

T2, de Danny Boyle


Em 1996, Danny Boyle apresentava-nos o seu segundo filme. Depois do sucesso de Pequenos Crimes Entre Amigos, Boyle adapta ao cinema a obra de Irvine Welsh, Trainspotting. A história de quatro viciados em heroína, nas ruas de Edinburgh e mostrava-nos a forma como a droga tinha mais danos colaterais que muitos panfletos anti-droga poderiam mostrar. 
O sucesso foi estrondoso e logo passou a filme de culto e permanece como o melhor de Danny Boyle até ao momento, apesar de já ter ganho Oscars e de já ter feito outros filmes muito apreciados pelos festivais e prémios do mundo do cinema. Além disso deu a conhecer ao mundo actores como Ewan McGregor e Robert Carlisle. 

Renton (Ewan McGregor) regressa a Edimburgo para fazer as pazes com dois dos três amigos que roubou no final do primeiro Trainspotting. Spud (Ewen Bremner) não conseguiu largar o seu vício de heroína e Simon, aka Sick Boy (Jonny Lee Miller), controla um pub em decadência e vive de pequenos golpes para sustentar sua namorada, a búlgara Veronica (Anjela Nedyalkova). Begbie (Robert Carlyle), foge da prisão e quando descobre que Renton está de volta tenta logo perceber onde ele anda para se vingar. 

Com Boyle e os actores de 1996 regressa também o argumentista John Hodge, mantendo o mesmo toque de humor negro e refinado do original, não deixando de lado a ambientação dos protagonistas aos avanços tecnológicos, como os telemóveis ou as redes sociais. Os fãs do primeiro filme e mesmo os que não o viram serão presenteados com flashbacks que fazem ligação com o presente. 
Kelly MacDonald, a Diane do primeiro filme, tem apenas um cameo como advogada que vai safar Renton e Sick Boy duma alhada em que se meteram. Não sendo tão bom quanto o de 1996, T2 agradará aos mais nostálgicos e dá sempre gozo saber onde chegou (e se chegou) aquela malta que conhecemos há 20 anos. Como não podia deixar de ser, destaco a banda sonora, que desta vez traz nomes como The Clash, Blondie, Queen, Wolf Alice, The Prodigy e, claro Lust for Life.

terça-feira, 13 de junho de 2017

TORRES - Skim

Quem tem música nova é a menina Mackenzie Scott, mais conhecida, no mundo da música como TORRES. O video, um bocado picante, é realizado por Ashley Connor.

Bjork, video novo

Miss cubinho de açúcar tem video novo. 
A música já é velha, fazia parte do alinhamento do álbum Vulnicura, de 2015.

sexta-feira, 24 de março de 2017

Um ano, Uma música

Um ano, uma música.
Esta foi bem mais difícil. Se voltasse a fazer, 90% seria diferente.
A playlist vem depois.




terça-feira, 21 de março de 2017

Um ano, Um filme



O desafio é fazer a lista dos melhores filmes dos anos que já vivi. Fazia já até 2067 mas ainda não não vi os melhores filmes dos anos que aí vêm.
Achei a ideia engraçada quando ouvi o álbum conceptual que comemora os 50 anos de Stephin Merrit, dos Magnetic Fields - 50 Song Memoir. Depois alguns cinéfilos pegaram na ideia (não sei se influenciados pelo mesmo disco) e adaptaram-na ao cinema. 
Aqui vai a minha contribuição: 

1968 – Once Upon a Time in West
1969 - Z - A Orgia do Poder
1970 – MASH
1971 - Laranja Mecânica
1972 – The Godfather
1973 – A Golpada
1974 – The Godfather II
1975 – Jaws
1976 – Taxi Driver
1977 – Star Wars : Episode IV
1978 – The Deer Hunter
1979 - Apocalypse Now
1980 – Raging Bull
1981 – Raiders of the Lost Ark
1982 – Blade Runner
1983 – Scarface
1984 - Once Upon a Time in America
1985 - The Goonies
1986 – Platoon
1987 – Full Metal Jacket
1988 - Die Hard
1989 – Indiana Jones and the Last Cruzade
1990 –Miller’s Crossing
1991 – JFK
1992 - The Crying Game
1993 – Schindler’s List
1994 – Pulp Fiction
1995 – The Usual Suspects
1996 – Fargo
1997 – L.A. Confidential
1998 – The Big Lebowski
1999 – Eyes Wide Shut
2000 – Snatch
2001 – Mullholland Drive
2002 – Cidade de Deus
2003 – Kill Bill
2004 – Man on Fire
2005 – A History of Violence
2006 – Pan’s Labyrinth
2007 – There Will be Blood
2008 – The Dark Knight
2009 – Inglorious Basterds
2010 – Ang-ma-reul bo-at-da (I Saw the Devil)
2011 – Super 8
2012 – The Hunt
2013 – The Wolf of Wall Street
2014 – Boyhood
2015 - Mad Max - Fury Road
2016 – Hell or High Water
to be continued…

segunda-feira, 20 de março de 2017

Metric, tema novo

Quase 2 anos depois de Pagans in Vegas, a banda de Emily Haines  aparece com um tema novo.
Espero que seja o mote para um novo disco...

quarta-feira, 8 de março de 2017

Gold, de Stephen Gaghan

Um prospector de ouro, à procura do seu golpe de sorte, junta-se a um geólogo e penetram na selva da Indonésia à procura daquele metal precioso. 
Desde cedo percebemos que Gold tenta ser The Wolf of Wall Street, mas nem Kenny Wells tem o charme de Jordan Belfort, nem Stephen Gaghan é Martin Scorsese.
Depois de Dalas Buyers Club, Matthew McConaughey volta a transformar-se, desta vez ficando calvo e gordo, num desempenho corajoso não destoando das suas anteriores boas interpretações.
Destaque ainda para a boa banda sonora.

sexta-feira, 3 de março de 2017

Temples - Volcano



Vê hoje a luz do dia o segundo álbum dos ingleses Temples. 3 anos depois do excelente Sun Structures, regressam com Volcano, um dos discos mais aguardados deste primeiro trimestre de 2017.
Já está em escuta nas principais plataformas:

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

The Man in the High Castle - Season 2

Demorou a pegar, esta segunda temporada mas depois de chegar a meio lá começou a aquecer, para acabar em grande. A guerra-fria entre nazis e japoneses, o aparecimento do homem que dá titulo à série, viagens espaço-temporais, e casalinhos que irritam (Juliana Crain e Joe Blake). E agora é esperar pela 3ª temporada e ver como vão resolver as questões que ficaram em aberto nesta temporada e esperar que alguns que morreram, afinal não estejam mortos.

Melhores episódios:

2x09 Detonation 
2x10 Fallout

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Manchester by the Sea


Um estudo de carácter onde são aprofundadas questões como redenção, compreensão e perdão. Ao contrário do que tenho lido, acho que Casey Affleck vai muito bem na dramatização destes sentimentos, num tipo que quer fugir àquilo que lhe aconteceu e apesar de reconhecer a sua culpa só vacila no momento que tem de vacilar. Talvez o maior problema do filme seja as expectativas altas com que se entra para dentro da sala.

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

La La Land


Começa no Inverno, depois passa pelas estações seguintes para novamente passar para o Inverno.
Depois passam 5 anos e já não se sabe em que estação estão.

FIM.

PS. Já vi musicais melhores mas também vi piores.

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

Vikings - Temporada 4 (2ª parte)

*Spoiler Alert*

Esta foi a temporada mais triste da série, embora não tenha deixado de ser espectacular.
Ragnar prepara a sua própria morte indo para Inglaterra com o filho Ivar, aquele que ele escolheu para ser o seu sucessor. Enquanto isso, Bjorn e uma grande armada viking começa a explorar o Mediterraneo, com a ajuda de Rollo. Em Kattegart, Lagertha consegue voltar ao poder mas ganha inimizades perigosas.
O plano de Ragnar é um sucesso com a chegada dos Vikings à costa de Northumbria e consequente vingança pela sua morte, pela parte dos seus filhos, com Bjorn ao comando mas Ivar a revelar-se um grande estratega. Os reis Aelle e Eckbert morrem, mas este último, prepara um ultimo golpe, renunciando ao trono e dando posse ao seu filho, Aethelwulf. Esta 2ª metade da 4ª temporada termina com apresentação de uma nova personagem, o bispo Heahmund, que terá um papel preponderante na 5ª temporada.

segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

Melhores Episódios de 2016

1. Better Call Saul: 2.9 - Nailed

2. Rectify: 4.8 - All i'm Sayin'

3. The Night Of: 1.8 - The Call of the Wild

4. Game of Thrones: 6.10 - The Winds of Winter

5. Stranger Things: 1.8 - The Upside Down

6. Quarry: 1.8 - Nuoc Chay Da Mon

7. Ray Donovan: 4.12 - Rattus Rattus

8. Bloodline: 2.10 - Part 23

9. Black Sails: 3.10 - XXVIII

10. Vikings: 4.8 - Portage

11. Marco Polo: 2.9 - Heirs





Melhores de 2016 - Séries

1. Stranger Things (S1)

2. The Missing (S2)

3. Rectify (S4 -series finale)

4. The Night Of (S1)

5. Better Call Saul

6. Ray Donovan (S4)

 7. Bloodline (S2)

8. Peaky Blinders (S3)

9. The Americans (S4)

10. Marco Polo (S2)

11. Narcos (S2)

 12. Banshee (S4 - Series Finale)

13. Black Sails (S3)

14. Vikings (S4)

15. Game of Thrones (S6)

Outras:
Luther (S4)
The Night Manager (mini-série)
Olive Kittridge (mini-série)
The Man in the High Castle (S1)
Vinyl (S1)
Daredevil (S2)
Mr. Robot (S2)
Quarry (S1)
House of Cards (S4)



Melhores 2016 - Cinema

Filmes que vi em 2016. Eis os que mais gostei:

1. The Hateful Eight, de Quentin Tarantino

2. Hell or High Water, David Mackenzie

3. Elle, Paul Verhoeven

4. Carol, de Todd Haynes

5. The Wailing, Hong-jin Na

6. Sicário, Denis Villeneuve

7. Hail, Caesar, Coen Brothers

8. Deadpool, Tim Miller

9. The Revenant, Alejandro G. Iñárritu

10. Memórias de Marnie, Hiromasa Yonebayashi

11. Bridge of Spies, Steven Spielberg

outros filmes em destaque, que vi ou revi:
Horizontes de Glória, Stanley Kubrik
Gascoigne, Jane Preston
Milho Vermelho, Yimou Zhang
Victória, Sebastian Schipper
Não Matarás, Krzystof Kieslowski
Chaser, Hong-jin Na
In a Valley of Violence, Ti West
Bone Tomahawk, S Craig Zahler

quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Hell or High Water, de David Mackenzie


Após a morte da mãe, dois irmãos, Toby (Chris Pine) e Tanner (Ben Foster) organizam uma série de assaltos a bancos, escolhendo apenas várias sucursais do mesmo banco. Eles têm poucos dias para pagar a hipoteca ou perdem propriedade da família. Tudo corria dentro da normalidade até se cruzarem com o ranger Marcus Hamilton (Jeff Bridges) que traça o perfil e as motivações dos dois assaltantes, antecipando os seus golpes e perseguindo-os por todo o território norte-americano até que um deles cometa um erro.

Brilhantemente escrito por Taylor Sheridan, que também escreveu o argumento de Sicario, de Denis Villeneuve, este não apenas um filme sobre polícias atrás de bandidos, embora esse lado também esteja muito bem retratado, é também um drama social, com uma crítica implícita à forma como as instituições bancárias tratam as pessoas.
A relação entre os dois irmãos é muito bem desenvolvida. Toby, o irmão mais novo e também o mais calmo, quer salvar a propriedade da família para ter algo para deixar aos filhos. Tanner, o mais velho que saiu recentemente da prisão quer fazer as coisas à sua maneira para ajudar o irmão.  A interpretação de Chris Pine e Ben Foster é irrepreensível, com o primeiro a deixar-me pela primeira vez surpreendido com o seu desempenho.
Quem dispensa apresentações é Jeff Bridges, tremendo no papel de Marcus.
Também a realização de Mackenzie é brilhante. Dele só tinha visto Starred Up e já na altura tinha ficado surpreendido. Consegue brilhantes interpretações dos quatro protagonistas e mesmo quando o filme exige momentos de acção, estes são muito bem desenvolvidos.
Destaque ainda para a tremenda banda sonora de Nick Cave e Warren Ellis e para a fotografia de Giles Nuttgens.

Com tons de western moderno, Hell or High Water (que em Portugal surge com o titulo Custe o Que Custar!) é um dos melhores filmes que estrearam em Portugal em 2016. A não perder.

NOTA: 8/10


sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

Melhores Discos 2016

1- David Bowie - Blackstar

 2 - Radiohead - A Moon Shaped Pool

3. Wild Beasts - Boy King

4. The Kills - Ash & Ice

 5. Savages - Adore Life

6. Nick Cave - Skeleton Tree

7. PJ Harvey - The Hope Six Demolition Project

8. Suede - Night Thoughts

9. Animal Collective - Painting With

10. Iggy Pop - Post Pop Depression

11. Bat For Lashes - The Bride

12. Jagwar Ma - Every Now & Then

13 - Diiv - Is the is Are

14. The Last Shadow Puppets - Everything You've Come to Expect

15. Warpaint - Heads Up

16. Capitão Fausto - Capitão Fausto Têm os Dias Contados

17. Underworld - Barbara, Barbara, We Face a Shining Future

18. IAMX - Everything is Burning

19. Toy - Clear Shot

20. Metronomy - Summer 08